Uma breve reflexão – As pessoas sempre têm algo a ensinar

“Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.” Cora Coralina.

Esta semana uma senhora me parou na rua e disse:

“Com licença, queria lhe fazer uma pergunta. Cobra é um animal vertebrado ou invertebrado?”

“Ixi… esqueci! Mas eu moro bem ali, naquela esquina, vamos lá que eu olho no Google para a senhora”, respondi.

“Agora não posso. Qual é o seu nome?”, indagou a senhora.

“Danielly. Desculpe-me a curiosidade, mas por que a senhora quer saber isso?”, questionei

“Eu tenho uma netinha e estou ensinando algumas coisas para ela. Eu fico assim: ‘Júlia, borboleta é um animal vertebrado ou invertebrado? Cachorro é o quê?’”, informou ela

“Que gracinha, como a senhora se chama?”, perguntei.

“Jânia”, ela disse

“Dona Jânia, vá lá em casa amanhã que eu olho na internet para a senhora”, convidei.

“Tá bom, Danielly. Obrigada!”

Jânia tem 55 anos, trabalha como doméstica de manhã e à noite e, à tarde, fica com a neta de 4 anos. Ela concluiu o magistério aos 19 anos e não estudou mais. Teve de interromper os estudos para procurar emprego, a fim de sustentar-se.

Achei inusitado ela me parar e quis saber um pouquinho sobre suas expectativas.

“Eu quero que a Júlia tenha sucesso. Estou preparando-a para ir à escola. Pretendo que ela chegue já sabendo muita coisa. Estou ensinando os sentidos agora… toco nela e pergunto: ‘Que sentido é esse?’ Ela responde: ‘É o tato’”, disse dona Jânia.

Fiquei pensando: ensinar é algo que vai se aprendendo, ninguém está totalmente pronto. Às vezes, nos sentimos tão inseguros para ensinar alguém e privamos aquela pessoa do direito de conhecer. Compreendi que sempre vale a pena compartilhar, mesmo que seja só um pouquinho.

“Ninguém é tão sábio que não tenha algo pra aprender e nem tão tolo que não tenha algo pra ensinar.” Blaise Pascal

Jânia veio na minha casa e pesquisei no Google: cobra é um animal vertebrado.

cobra

Anúncios

7 comentários sobre “Uma breve reflexão – As pessoas sempre têm algo a ensinar

  1. Pingback: O amor pelos gatos | Danielly Chaves

  2. Pingback: A alegria das auxiliares de serviço gerais | Danielly Chaves

  3. Pingback: Eu pensei que o tempo era mais devagar | Danielly Chaves

  4. Pingback: A alegria e tristeza de uma família | Danielly Chaves

  5. Pingback: Dica de férias para as crianças | Danielly Chaves

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s